quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ministra da Educação reforça escolas do Tortosendo com mais auxiliares



O agrupamento de escolas e a junta do Tortosendo abriram ainda antes das 10:00 os portões da escola básica do Largo da Feira que esteve encerrada a cadeado num protesto contra a redução de pessoal auxiliar, refere a Lusa.

Cerca de duas dezenas de pais fecharam o portão principal ao princípio da manhã e colocaram no gradeamento faixas com frases de protesto.

«Quem dá conta das crianças», questionava Elisabete Vicente, esta manhã à porta da escola. «São muitos meninos e precisam de funcionários. Os pais têm razão em estar revoltados», referiu.


Depois da abertura dos portões, as aulas foram retomadas com normalidade, mas muitos pais acabaram por não deixar as crianças. Apenas metade dos cerca de 100 alunos compareceram.

Todos se queixam da redução de pessoal auxiliar que dizem pôr em causa o bom funcionamento dos estabelecimentos, mas tanto o director do agrupamento escolar, Alfredo Costa, como o secretário da Junta de Freguesia, David Silva, garantiram hoje o regresso à normalidade.

«O Ministério da Educação já anunciou um reforço de pessoal. Desde segunda-feira que estamos a deslocar pessoal da escola sede para as duas escolas básicas enquanto esses reforços não chegam», explicou o director do agrupamento.

A ministra da Educação, Isabel Alçada informou, ainda hoje, que as Escolas do Tortosendo foram autorizadas a recrutar mais dois funcionários auxiliares, um para cada escola, com horário completo, para dar apoio aquela comunidade.

Retirado de: JN / SIC

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clica nas Mensagens Antigas

Clica nas Mensagens Antigas

Número total de visualizações de página