quinta-feira, 16 de julho de 2009

" Uma adega inovadora "


O secretário de Estado, Castro Guerra, e o presidente da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto, inauguraram a moderna estrutura dos irmãos Costa Pais

O SECRETÁRIO de Estado Adjunto da Indústria e da Inovação, António Castro Guerra, e o presidente da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto, foram unânimes em considerar a Adega de São Tiago como obra inovadora e um exemplo no quadro empresarial da Covilhã e em particular no sector vitivinícola. O governante e o autarca reconheceram a importância do moderno empreendimento, da Sociedade Agrícola da Quinta de São Tiago (SAQST), dos empresários José Carlos e Valdemar Costa Pais e enalteceram o investimento dos dois conhecidos empresários do Dominguiso num período de crise financeira nacional e internacional. Inserida na Quinta de S. Tiago, com 17 hectares, nos limites das freguesia de Tortosendo e Dominguiso, a Adega de S. Tiago foi inaugurada no passado sábado, dia 11, numa sessão que reuniu dezenas de convidados da cidade e da região, entre os quais o presidente da Assembleia Municipal, Carlos Abreu, o director regional da Agricultura, Rui Moreira, o presidente do Turismo, Jorge Patrão, bem como empresários, incluindo o maior industrial europeu dos lanifícios, Paulo de Oliveira.

Castro Guerra justificou a sua presença como “homenagem” à iniciativa dos irmãos Costa Pais. “Se há domínios que em Portugal inovou foi na produção de vinho e na forma como os coloca no mercado”, sublinhou o secretário de Estado da Indústria e da Inovação.

“Temos de manifestar o reconhecimento público que estas obras merecem”, referiu o presidente da Câmara. “Se em Portugal houvesse famílias como a dos Costa Pais, em número elevado, o empreendedorismo seria uma coisa completamente diferente”, acrescentou Carlos Pinto na inauguração das modelares instalações da nova adega com uma área de 2.500 m2, dotada com as mais recentes tecnologias e dispondo de uma loja de venda ao público, um pequeno museu, área especial reservada a convidados e um auditório. A Adega S. Tiago produz os vinhos Tranca da Barriga, tinto, branco, rosé e em Agosto lançará no mercado o reserva. “A Covilhã e o seu concelho são uma referência a nível nacional, fruto do trabalho dos seus responsáveis a nível político e também dos privados”, afirmou José Carlos Costa Pais, principal responsável da SAQST que criou 10 postos de trabalho permanentes. As principais culturas da QST são a vinha e a cereja (produziu cerca de 80 toneladas). Emprega 50 pessoas na época sazonal da cereja e mais 30 no tempo das vindimas. Dentro de dois anos deverá produzir azeite. A empresa tem ainda um projecto de construção de um hotel de “charme”, com 40 quartos, salão de eventos para 300 pessoas e um SPA virado para o vinho”. Para 2009 a empresa prevê facturar cerca de um milhão de euros.

Retirado de: Romão Vieira /Jornal do Fundão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clica nas Mensagens Antigas

Clica nas Mensagens Antigas

Número total de visualizações de página