quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Impasse continua - JFT

Tortosendo













" Estão a tramar o Tortosendo "

David Silva acusa a oposição de estar a tentar ganhar na secretaria as eleições que não ganhou nas urnas. Em entrevista ao Flagrante Directo, o presidente da junta diz que a oposição se uniu, não para o tramar, mas "para tramar o Tortosendo". A junta está em gestão corrente desde as eleições e não há solução à vista. 

Segundo o autarca a oposição "não pode estar a enganar as pessoas", uma vez que o método de Hondt aplicado ao executivo deve excluir o presidente da junta que já foi eleito pelos Tortosendenses no passado dia 29 de Setembro "aplicando o método de Hondt e querendo a representatividade dos resultados eleitorais na equipa de vogais, dá dois elementos da minha parte, um do PS e um da CDU, e não podem dizer aos tortosendenses que se tratam de 5 pessoas, não, são 4 pessoas, não podem meter o meu lugar novamente à votação, os tortosendenses foram claros no dia 29 de Setembro, elegeram-me para presidente da junta e cá estarei para os defender nos próximos quatro anos".
Três assembleias depois David Silva ainda não conseguiu constituir executivo uma vez que PS, CDU e PSD se uniram numa "força de bloqueio" ´que está a prejudicar o Tortosendo "estão a colocar entraves é à freguesia do Tortosendo, se os órgãos não forem instalados nos próximos 5 meses terá que haver eleições intercalares, esse é um cenário que eu não desejo, deixo a pergunta no ar: será que estão a fazer isso para provocar eleições? será que ainda não se aperceberam que perderam as eleições? dá-me ideia que não querem deixar trabalhar quem ganhou e tudo estão a fazer para nada se fazer no Tortosendo".
David Silva não quer eleições antecipadas mas teme que essa seja a estratégia da oposição, um cenário que o autarca não quer equacionar. Sem executivo aprovado a junta de freguesia tem estado em gestão corrente "e estar em gestão corrente é não poder lançar obras, e preocupa-me esse facto, porque no inicio do próximo ano temos que lançar a obra de reabilitação do mercado do Tortosendo, um investimento candidatado no valor de 185.625 euros e não podemos deitar este financiamento comunitário pela janela fora".
David Silva não está disposto a abdicar da maioria no executivo, considerando que qualquer outro cenário será subverter os resultados eleitorais. Uma premissa que vai manter já que não pretende fechar a porta a negociações "não bati com a porta, estamos em negociações mas agora também há coisas que me chocam como o candidato do PS que na última reunião, sabendo dos meus contactos com os responsáveis do PS, me disse que nem que eu fosse falar com o António José Seguro o assunto seria resolvido, como me disse um responsável da CDU que a postura da CDU não é a de ser força de bloqueio".
Para além do presidente da câmara da Covilhã, David Silva pediu também reuniões aos restantes vereadores sem pelouros no executivo, tendo até à data desta entrevista, no passado sábado no Flagrante Directo, reunido com os dois vereadores independentes e com o vereador do PSD, Joaquim Matias.

Retirado de: RCB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clica nas Mensagens Antigas

Clica nas Mensagens Antigas

Número total de visualizações de página