quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Alargamento do Parque Industrial do Tortosendo “chumbado”



A terceira fase de construção do Parque Industrial do Tortosendo (PIT) não vai avançar. Um projecto de alargamento da estrutura industrial foi vetado pela secretaria de Estado do Ordenamento do Território.


“A coisa é de tal maneira que me telefonou a senhora secretária de Estado do Ordenamento do Território a dizer para esperar mais um ano para que o plano de pormenor daquela zona retire a área de reserva ecológica e o parque possa ter a terceira fase”, disse Carlos Pinto. O autarca covilhanense que pretendia alargar o espaço industrial na maior vila do concelho viu assim as suas intenções travadas por algum tempo.
Na última assembleia municipal, o deputado socialista Miguel Nascimento questionou o chefe do executivo municipal sobre a taxa de ocupação daquele parque. Pinto acabou por aproveitar a deixa para enviar alguns recados aos socialistas. Segundo o autarca “laranja”, o Parque Industrial do Tortosendo tem 75 por cento da sua área “completamente ocupada”. A fazer fé nas palavras do autarca serrano, têm chegado à autarquia alguns pedidos de espaços industriais que não têm a melhor resposta.
Nos planos da câmara estava a intenção de criar mais 50 hectares de terreno em solo industrial. O projecto apresentado às entidades do poder central acabou por ser chumbado. Um desfecho que levou a secretária de Estado da tutela a telefonar ao edil covilhanense “a dizer que havia por ali uns sobreiros e mais umas coisas, que por ela até aprovava aquilo, mas não pode ser”. A câmara tem agora disponíveis “apenas 12 mil metros quadrados de solo industrial para oferecer a possíveis empresas interessadas”. Pinto desafiou por isso mesmo os socialistas a ajudarem na resolução deste assunto.

Retirado de: UrbietOrbi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clica nas Mensagens Antigas

Clica nas Mensagens Antigas

Número total de visualizações de página